segunda-feira, 12 de julho de 2021


O Costa d'África


Cartaz do Filme O Costa d'África
Imagem: Memoriale*)
Farsa portuguesa de 1954, dirigida por João Mendes e com roteiro de Henrique Santana*), Vasco Santana*) e Francisco Ribeiro*).

Trata-se da penúltima obra cinematográfica com Vasco Santana, provavelmente, a mais bem conseguida produção portuguesa da época, sendo um filme em que a tradicional ingenuidade pobrezinha dá lugar a um trocadilho magistralmente conseguido em torno das peripécias de um rude português, então negociante em África, de visita a um sobrinho na Metrópole.

Merece especial destaque o desempenho de Erico Braga*), no papel de Barão de Espinhosel, sem esquecer a cena da cabina telefónica, com a eterna Teresa Gomes*)em mais um inconfundível papel. Integram, ainda, o elenco principal Laura Alves*)e Ribeirinho.

Algumas passagens serão suscetíveis de causar arrepios a alguns mais radicais autoproclamados defensores das minorias, o que poderá ter levado a que o filme fosse menos divulgado do que outros que o não merecessem tanto. Mas "O Costa d'África" deve ser olhado, não como uma defesa do racismo, antes como uma sátira que visa, bem pelo contrário, ridicularizar a personalidade de pessoas bastante elementares que viviam a explorar economicamente as populações das colónias portuguesas de então.

Não deixe de ver, se lhe faz falta uma boa gargalhada e não é daqueles que, para se darem uma aura intelectualoide, aturam xaropadas indescritíveis em alguns dos chamados filmes de qualidade, e coram de vergonha quando não conseguem evitar o riso com os menos elaborados filmes velhinhos de produção portuguesa.



Outros temas que poderão interessar-lhe no Mosaicos em Português:
- Reflexão profunda e objetiva sobre a situação do racismo em Portugal Leia AQUI
- Frase de Gabriel Garcia Márquez que define a essência das relações humanas Leia AQUI


Sem comentários:
Enviar um comentário